Queijo da Serra da Estrela

Ir em baixo

Queijo da Serra da Estrela Empty Queijo da Serra da Estrela

Mensagem  Mestre da Culinária em Dom 09 Mar 2008, 21:17

Queijo da Serra da Estrela

Atribui-se aos Romanos, a introdução do fabrico do queijo de ovelha na Peninsula Ibérica. Esses conhecimentos rapidamente chegaram aos Montes Herminios (actual Serra da Estrela), região muito povoada de gado ovino e capino,e que aqui por razões de fauna e flora existente, de adaptação de tecnologias de fabrico do queijo de ovelha, clima e raça Bordaleira nasceu o queijo Serra da Estrela.
O Queijo da Serra da Estrela é um queijo feito com leite de ovelhas da raça Bordaleira Serra da Estrela e/ou Churra Mondegueira , é considerado como o melhor queijo de Portugal. É coalhado pela flor do cardo (Cynara cardunculus L.), planta nativa da região. É produzido no Inverno, com um peso compreendido entre os 0,7 kg e os 1,7 kg, o seu êxito dependia, outrora, da temperatura das mãos das mulheres que o
fabricavam nas frias casas de granito típicas da arquitectura da região. É um queijo artesanal, produzido principalmente entre os meses de Novembro e Março.
As suas características inconfundíveis de aroma e paladar, juntamente com a sua cor amarelada, pasta semi-mole amanteigada, mais macio ou duro, consoante a idade, satisfazem plenamente o paladar mais existente. Os seus ingredientes são o Leite de ovelha cru, Cardo (Cynara Cardunculus) e Sal. Tendo em atenção que o queijo Serra da Estrela é produzido com leite cru,ou seja não é pasteurizado, é necessário que sejam tomadas todas as providências de carácter higio – sanitário, tanto na produção como no fabrico, no sentido de que o produto final
se encontre isento de microrganismos patogénicos, pois os microrganismos presentes no leite serão os que se encontrarão no produto final.
Tem um teor de humidade de 61 a 69%, referido ao queijo isento de matéria gorda e com um teor de matéria gorda de 45% a menos de 60%, referido ao resíduo seco.
A sua forma é cilindrica baixa (prato), regular, com abaulamento lateral e um pouco na face superior sem bordos definidos, com as dimensões aproximadas seguintes:
diametro 15- 20 cm, altura 4- 6 cm.

A crosta tem uma consistência maleável, permitindo alguma flutuação; tem um aspecto inteira, bem formada, lisa e fina. A cor é amarelo palha claro, uniforme. A pasta tem uma textura fechada, medianamente amanteigada com zona da corte facilmente deformáveis, provocando á percussão um som maciço ou ligeiramente timpânico. Tem um aspecto untuoso. O seu aroma e sabor é o bouquet suave, limpo,
ligeiramente acidulado.
Hoje em dia, as pequenas fábricas que o produzem artesanalmente são certificadas, tendo o direito de utilizar a marca DOP (Denominação de Origem Protegida), tendo em vista assegurar ao consumidor a qualidade e autenticidade do produto.
Existe ainda o Queijo Serra da Estrela velho é um queijo curado de pasta semidura a extradura, ligeiramente quebradiça, untuosa, de cor alaranjada/acastanhada, com poucos ou nenhuns olhos, obtido por maturação prolongada (mínimo de 120 dias) do Queijo Serra da Estrela efectuada na mesma área geográfica. Possui um peso compreendido entre os 0,7 kg e os 1,3 kg.
A área geográfica de produção abrange os concelhos de Carregal do Sal, Celorico da Beira, Fornos de Algodres, Gouveia, Mangualde, Manteigas, Nelas, Oliveira do Hospital, Penalva do Castelo e Seia e algumas freguesias dos concelhos de Aguiar da Beira, Arganil, Covilhã, Guarda, Tábua, Tondela, Trancoso e Viseu.
Mestre da Culinária
Mestre da Culinária
Moderador

Mensagens : 535
Data de inscrição : 03/03/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum