Alimentação do recém-nascido

Ir em baixo

Alimentação do recém-nascido Empty Alimentação do recém-nascido

Mensagem  Mestre da Culinária em Ter 11 Mar 2008, 15:43

Alimentação do recém-nascido

O número de mães que amamentam os seus filhos tem vindo a crescer ano após ano. É que, salvo raras excepções, o leite materno é o leite ideal para o bebé. Como vantagens deste leite, temos os seguintes factores: o leite materno encontra-se à temperatura ideal e está sempre esterilizado. Para além disso, este leite tem a composição ideal e é de fácil digestão, conferindo protecção imunológica.

A crença de que existem leites fracos, fortes, bons ou maus não tem fundamento. Por este motivo, aconselha-se qualquer mãe a amamentar o seu filho, exceptuando-se situações pontuais nas quais o médico alertará a mãe para o facto.

A alimentação ao seio promove também o desenvolvimento da musculatura facial, contribuindo para o desenvolvimento correcto da fala, assim como para a segurança emocional, estreitando os laços emocionais entre mãe e filho. É de referir que, no primeiro ano, o bebé pode triplicar o seu peso de nascimento, podendo a altura aumentar em 50 por cento. Com um ano, o seu cérebro já terá alcançado dois terços do seu volume definitivo.

Se, por qualquer motivo, não for possível amamentar o bebé, existe uma grande variedade de leites dietéticos, os quais serão indicados pelo pediatra, a fim de satisfazer as necessidades em cada momento do seu crescimento. Neste caso, contará com a ajuda de um biberão.

Aleitamento com biberão

Ao preparar o biberão, é importante seguir as instruções indicadas nas embalagens dos leites dietéticos, respeitando as proporções de água e de leite em pó.

Caso não se respeitem as quantidades, pode-se preparar um biberão demasiado diluído, que fará com que o bebé não receba uma quantidade suficiente de alimento. Por outro lado, se adicionar mais leite em pó do que o recomendado para uma determinada quantidade de água, corre o rico de provocar uma desidratação.

Antes de se dar o biberão ao bebé, deve verificar-se o furo da tetina. O conteúdo do biberão deve cair gota a gota, sem ter de ser agitado, mas não deverá correr em fio, porque o bebé poderá tomar o leite demasiado depressa e engolir ar, provocando engasgos e regurgitação.

Deve-se ter muito cuidado com a temperatura da água, para evitar dar um biberão demasiado quente. Poderá verificar a temperatura deixando cair algumas gotas sobre as costas da mão. Também não se deve dar leite a uma temperatura fria, podendo-se aquecer colocando o biberão em água quente até atingir a temperatura desejada.

Durante a administração do biberão, deve manter o bebé bem inclinado de modo que a tetina fique cheia de leite, evitando deste modo, que o bebé engula ar. Deve também, de vez em quando, deixar respirar o bebé para eliminar o ar ingerido. No fim da refeição, coloque o bebé sobre o ombro para expulsar o ar, sendo por vezes necessárias umas palmadinhas nas costas para ajudar.

Composição dos leites dietéticos

Os leites dietéticos são concebidos tentando igualar a composição do leite materno, por forma a fornecer proteínas de alto valor biológico, para desenvolvimento dos músculos; lipídios ricos em ácidos gordos essenciais, para desenvolvimento das células nervosas e do cérebro; ferro, indispensável à formação dos glóbulos vermelhos presentes no sangue; cálcio, fundamental para o crescimento dos ossos, e vitaminas, para fortalecer e regular o organismo.

Os leites dietéticos têm várias fórmulas, consoante as indicações do médico. Iremos referir apenas os dois grupos mais comuns: os leites adaptados e leites de transição.

O leite adaptado, pela sua composição, é o indicado para os bebés recém-nascidos e até ao quarto ou quinto mês (quando a mãe não pode ou não quer amamentar).

O leite de transição é recomendado a partir do quarto ou quinto mês, de acordo com o pediatra do bebé. A passagem do leite materno ou adaptado para um leite de transição deve ser feita de forma gradual, de modo a introduzir a nova formula mantendo parte da anterior.
Mestre da Culinária
Mestre da Culinária
Moderador

Mensagens : 535
Data de inscrição : 03/03/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Alimentação do recém-nascido Empty Re: Alimentação do recém-nascido

Mensagem  Chef Almeida em Ter 11 Mar 2008, 15:48

Considero que o leito materno é fundamental para o desemvolvimento do bebé.
Contudo, existem muitas mulheres que não amamentam os filhos por uma questão de estética dos seios. Acho isso lamentavél!
Apesar de não ser uma mulher, acho que as mulheres que têm a possibilidade de amamentar, deverão faze-lo, pelo bem estar do seu bebé.
Chef Almeida
Chef Almeida

Mensagens : 132
Data de inscrição : 28/02/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum